» »Unlabelled » CUIDADOS CON EL SOL EN INVIERNO





Passado o verão, os dias característicos dessa época do ano, em grande parte do Brasil, tem sol menos forte, certa brisa e temperatura amena.
Mas apesar do sol não ser tão intenso essa época do ano os cuidados em relação à exposição não podem ser esquecidos.
No verão é comum encontrar inúmeras matérias recomendando atenção  com a pele. Entretanto, num país em que algumas regiões tem sol grande parte do ano, independente da estação, a sociedade deve tomar medidas de proteção da  pele  o ano inteiro. Vale lembrar que no Brasil o câncer de pele corresponde a cerca de 25% de todos os tumores malignos registrados, sendo a doença mais frequente, segundo o Instituto Nacional do Câncer – 

Então para você que vai aproveitar esses dias mais agradáveis ou o próximo feriadão para pegar um bronzeado,  entrevistamos a Dermatologista do Serviço de Dermatologia e Sifilografia do Hospital Universitário Pedro Ernesto-UERJ, Marcela Benez, para dar dicas de proteção para que você possa se proteger e  prevenir problemas futuros.

Exposição ao sol – Como aproveitar melhor os

 dias de Sol sem trazer danos pra pele?

Dra. Marcela Benez: O Sol é fundamental para todos os seres vivos, pois é fonte de calor e luz, sem a qual seria impossível a origem e manutenção da vida. Entretanto, sabemos que a exposição ao sol traz danos à pele causando desde queimaduras, fotoenvelhecimento, agravamento de algumas doenças dermatológicas e até cânceres de pele. A radiação solar é composta pelos raios UVA, UVB e UVC. As proporções desses raios, que incidem sobre a terra, são modificadas pela atmosfera ao longo do dia. A luz solar que alcança terra tem uma concentração de UVA maior que UVB. Já o UVC é absorvido pela camada de ozônio. A incidência dos raios UVB é maior ao meio dia, quando o sol está a pino, enquanto os raios UVA possuem a mesma incidência durante todo o dia.

Então como se proteger contra os danos 

causados pelo sol?

Dra. Marcela Benez: A fotoproteção é um hábito que deve ser adquirido desde criança porque é a exposição acumulada durante toda a vida que irá levar ao câncer de pele e ao envelhecimente precoce na idade adulta. A fotoproteção deve ser diária e consiste no uso de filtro solar e acessórios que bloqueiam o sol como roupas adequadas, blusa de manga comprida, calça, chapéu, boné, sombrinha e barracas grossas. A exposição solar deve ser evitada entre 10 e 16 horas quando é maior a concentração de UVB. Portanto, para aqueles que gostam de praia e piscina, o ideal é freqüentar durante o período de 7 às 10 horas ou depois das 17 horas. Ao sair na rua procurar a sombra. Usar filtro solares com FPS maior que 30 e com proteção também contra os raios UVA todos os dias, inclusive nos dias nublados e, não apenas quando for à praia ou piscina. Usar uma quantidade generosa antes de sair de casa e se possível reaplicá-lo a cada 2 horas e após mergulhar. As crianças também devem se proteger ao se expor ao sol.
Evite exposição prolongada e repetida ao sol porque as queimaduras solares acumuladas durante a vida predispõem ao câncer de pele. Pessoas de pele muito claras e ruivas, raramente se bronzeiam, portanto, devem ter um cuidado maior e devem evitar exposição prolongada ao sol.

Usar somente protetor solar já é satisfatório?

Como se deve usar esse produto corretamente?

Dra. Marcela Benez: O uso apenas de filtro solares não é satisfatório. Usar filtro solar não significa estar imune ao sol porque a maioria das pessoas não usa corretamente o filtro solar e a maioria dos filtros protegem apenas contra os raios UVB. O filtro solar deve ser usado em quantidade generosa, teoricamente 2mg/cm² de pele e reaplicados a cada 2 horas e ao mergulhar. Os filtros resistentes a água também devem ser reaplicados. Lembrar de aplicar os filtros por toda a superfície corporal que vai ser exposta ao sol (orelhas, braços, colo dorso do pé, lábios e na cabeça no caso das pessoas calvas). Espalhar o filtro solar de maneira uniforme e abundante. Economia é sinônimo de proteção inadequada.

Alguns estudos têm mostrado que a população aplica menos da metade da concentração exigida e, portanto, recebe um nível muito menor de proteção do que a indicada pelo FPS. O FPS significa Fator de Proteção Solar e representa o tempo que pele consegue suportar sem formar eritema ao ser exposta ao sol. O FPS mede apenas a proteção contra UVB, responsável pela queimadura solar, mas não medem a proteção contra UVA. A proteção contra os raios UVA é medida pelo PPD (proteção contra a pigmentação tardia). Os filtros que possuem proteção contra os raios UVA apresentam no rótulo essa observação. Como já dito anteriormente, a fotoproteção não deve ser feita apenas com filtro, deve-se usar também roupas e acessórios adequados que bloqueiam o sol. Surfistas devem utilizar roupas de lycra escura para surfar e filtros solares físicos para a face (são mais aderentes). A fotoproteção tem que ser diária, inclusive em dias nublados.

Existem tentativas de uso de betacaroteno oral para proteção solar, mas a fotoproteção por este método ainda não é totalmente eficiente e comprovada.

Quais são os problemas mais comuns na pele

 decorrente da exposição excessiva ao sol nos 

últimos tempos?

Dra. Marcela Benez: A exposição prolongada ao sol primeiramente pode causar queimaduras e posteriormente o seu acúmulo durante a vida leva ao envelhecimento precoce, lesões pré-cancerosas e câncer de pele. Algumas doenças dermatológicas também são agravadas e desencadeadas pelo sol. A pele foto envelhecida e mais amarelada, ressecada, apresenta rugas, manchas brancas e escuras. O câncer da pele é o mais comum de todos os cânceres, sendo o melanoma o mais letal. É importante que se faça o auto-exame à procura de sinais e pintas que estejam mudando de cor e aumentando de tamanho. Lembrar de examinar as costas na frente do espelho. Caso isso esteja acontecendo é importante procurar o dermatologista para o tratamento adequado.

Dra. Marcela Benez é Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, professora d Pós-graduação no Hospital Universitário Pedro Ernesto-UERJ e Dermatologista do Serviço de Dermatologia e Sifilografia do HUPE/UERJ

Fonte: www.brasilsus.com.br

Si Te Gusto Compártelo Con Tus Amigos


Autor: Jaime Mamani Mendoza

Bienvenidos(as), Mi Nombre es Jaime Mamani Mendoza, Nacido en La Paz Bolivia, Autor de varios Blog, voy camino Hacia mi Libertad Financiera, en mi Blog encontraras Informacion de Finanzas Personales, Educacion Financiera, Inversiones, Negocios por Internet y Otros.
«
Next
Entrada más reciente
»
Previous
Entrada antigua

No hay comentarios:

Leave a Reply

Por Favor Deje su comentario, duda o consulta....